Budapeste

BUDAPESTE




P1010060

Ponte das Correntes

Budapeste foi fundada em 17 de novembro de 1873 com a fusão das cidades de Buda e Ôbuda, na margem direita do Rio Danúbio, com Peste, na margem esquerda. Considerada uma das mais belas cidades da Europa, Budapeste é a sexta cidade mais visitada do velho continente.

O panorama do Rio Danúbio é simplesmente espetacular, sendo a principal atração de Budapeste. De lá, você tem a visão de uma das mais impressionantes construções que já vi – o Parlamento (1902).

2014-08-26 13.31.25

 

A única forma de conhecer as instalações do Parlamento é fazendo um tour guiado.  Às 10h, 12h e 14h, há tours em inglês e, em outros horários, em diferentes idiomas. Entre na bilheteria quando estiver passeando para ver se existem tours em português. Eu fiz o último tour do dia, em francês, às 18h.




2014-08-27 12.35.20-2

P1010050  P1010057

2014-08-27 13.39.58-2

interior do Parlamento

 

O Salão do Domo é o coração do Parlamento. É possível ver as jóias da coroa de Santo Estevão e estátuas dos dezesseis reis húngaros em cada um dos pilares que sustentam a cúpula. Peço desculpas pela qualidade da foto abaixo, mas era proibido tirar foto no salão.

2014-08-27 13.25.58

Salão do Domo

 

 

A cidade medieval de Buda, tombada pela Unesco, cresceu em torno de um castelo erguido no séc. XIII pelo rei Béla IV com o objetivo de defender a cidade dos ataques dos invasores. No entanto, no séc. XVI, os turcos invadiram a destruíram a cidade. Mais tarde, no séc. XIX, a dinastia dos Habsburgo recuperou a região, atribuindo-lhe um estilo imperial.

O Palácio Real (ou o Castelo) é uma reunião de várias construções. A maior parte delas datam do séc. XVIII, durante o reinado de Maria Tereza. O último morador foi o regente Horthy, que ali viveu entre 1919 e 1945. Desde então abriga vários museus, entre eles a Galeria Nacional Húngara.

Saindo de Peste, atravesse a Ponte das Correntes e pegue o bondinho para subir até a colina do Castelo. Você também pode atravessar a Ponte Elizabeth (que foi reconstruída após a Segunda Guerra Mundial) e ir caminhando até a parte de trás do Castelo de Buda.

2014-08-26 12.49.30

O Castelo

 

2014-08-26 13.31.03

vista de cima do Castelo

 

2014-08-26 13.51.50

Bondinho

 

2014-08-26 13.24.59

No entorno do Castelo

2014-08-26 13.22.51-2

 

 

A Ponte das Correntes, concluída em 1849, foi a primeira passagem permanente entre Buda e Peste. Nas entradas, erguem-se duas torres imensas, nas quais são apoiadas as correntes que dão nome à construção.

2014-08-26 14.00.48

 

 

Um ótimo passeio para um dia de verão é a Ilha Margarida, que fica no meio do Rio Danúbio. Para chegar até lá, basta atravessar a Ponte Margarida a pé ou ir de ônibus. Como a ilha é muito grande, para se locomover, você pode alugar bicicletas ou pegar o ônibus que percorre toda a ilha.

Para matar a fome na ilha, vá  ao Hotel Danubius Grand ou à Palatinus Strand, um grande conjunto de piscinas que possui águas terapêuticas vindas das fontes termais da ilha.

2014-08-27 09.43.42

Um dos jardins da ilha

 

2014-08-27 10.58.35-2

No fundo, a torre de água, tombada pela Unesco, foi construída para abastecer o Danubius Grand Hotel

ilha margarida

 

Acomodação

A maior parte dos hotéis estão localizados em Peste. Através do booking.com, optei pelo albergue Maverick City Lodge. Localizado no centro de Budapeste, o albergue fica a 750 m da estação de metrô Deák Ferenc Tér, onde as 3 linhas de metrô se comunicam. O Hostel fica na famosa rua Kazinczy, onde você poderá encontrar, pelos becos e ruas adjacentes, uma enorme variedade de restaurantes e bares incríveis. A localização é prefeita! 

maverick

Outras atrações

Váci Utca – A mais famosa rua de Budapeste. Pode ser dividida em 2 partes, a extremidade sul dedicada às lojas, e a norte, ocupada por bares e restaurantes. A rua está sempre cheia e funciona como o centro comercial e social de Budapeste.

Termas do Hotel Gellért – São as melhores termas da capital Húngara. O hotel foi atingido por bombardeios na segunda grande guerra e passou por reformas no fim da década de 1940.

Opera Originalmente denominada Ópera Real Húngara, foi financiada pela governança de Budapeste e pelo Imperador Francisco José I. A construção durou de 1875 a 1884, tendo sido inaugurada em setembro daquele ano; no estilo predominantemente Neorrenascentista. A Ópera Húngara rapidamente tornou-se um dos principais palcos da Europa, tendo recebido cerca de 130 performances anuais nos anos seguintes à sua inauguração. O interior impressiona pela riqueza dos detalhes e pelo luxo.

Parque das Estátuas – Szoborpark ou parque das estátuas é um museu sob a forma de parque localizado nos arredores de Budapeste, na Hungria. Reúne estátuas monumentais do período soviético. Entre as obras expostas encontram-se estátuas de LenineKarl Marx e Friedrich Engels, assim como de líderes comunistas húngaros como Béla Kun e Georgi Dimitrov. O parque foi concebido pelo arquitecto húngaro Ákos Eleőd, que venceu o concurso lançado pela administração da cidade (Fovárosi Közgyulés) em 1991.

Budapeste é uma cidade pequena, mas muito interessante. Se você ficar uns 4 ou 5 dias é possível conhecer quase todas as atrações turísticas a pé. Também pode pegar o bonde que percorre as áreas no entorno do Rio Danúbio quando estiver cansado.

Se ainda não conhece o Leste Europeu, a capital húngara é um destino imperdível. Comparando com as cidades europeias da região do euro, você vai achar os preços de hotéis e restaurantes bem acessíveis. O Leste Europeu é bem diferente do lado ocidental, vale muiiiito a pena conhecer. Espero que aproveitem minhas dicas.

P1010049

 

fotos e texto: Leonardo







Buscar hotel

Destino

Data de entrada

Data de saida


(Visitas 271 , 1 visitas hoje)

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.