Melhor Programa de fidelidade

Programas de fidelidade das cias aéreas – qual é o melhor?




Por motivos óbvios, mencionarei apenas os programas que são acessíveis aos brasileiros, ou seja, para os quais nós conseguimos enviar pontos dos cartões de crédito. E vou considerar apenas viagens internacionais, com foco na classe executiva, já que para a emissão em classe econômica os preços não diferem muito quando não se está em um período promocional. Para emitir em econômica, procuro optar pelo programa que tenha voos diretos para o destino que eu quero viajar.

Até o aumento da tabela do Smiles, em julho de 2014, eu considerava o programa disparado o melhor do Brasil. Era possível emitir uma passagem em classe executiva para a Europa ou EUA por 45.000 milhas e com direito a stopover.

Porém, com o aumento da tabela, que estava realmente defasada em relação aos concorrentes, o Smiles já não tem aquela vantagem em relação aos demais. Cada programa tem suas peculiaridades. Logo, é preciso analisar cada programa de acordo com os seus objetivos de viagem. Sejam estes para um determinado país ou uma determinada classe (econômica ou executiva).

 

Smiles

  • Permite dividir uma emissão em dois destinos que sejam no mesmo continente,  com a mesma cia aérea.
  • Seus parceiros são: Delta, Qatar, AirFrance, KLM, Aerolineas, Etihad, TAP, Alitalia e Copa Airlines, ou seja, pode ir para qualquer continente e ainda tentar dividir o bilhete em duas cidades diferentes. Na América do Sul, por exemplo, pode procurar um bilhete para Buenos Aires e, de lá, emitir outro para Santiago sem gastar mais milhas.
  • Para voar em classe executiva com destinos no EUA, a Delta é uma excelente cia aérea que tem aviões com assentos flat-bed. Se tiver tempo suficiente para viajar muito, poderá emitir, com 85.000 milhas, um bilhete São Paulo – New York e New York – Los Angeles na mesma passagem, sendo que as duas viagens são com assentos-cama.
  •  Atualmente, somente a Alitalia e a TAP estão com preços competitivos para voar em classe executiva para a Europa, 85.000 e 100.000 milhas, respectivamente. Bilhetes com a AirFrance só serão encontrados por 120.000 milhas. Stopover permitido também. Não é o melhor programa para se emitir passagens para a Europa, mas às vezes o programa faz preços promocionais para a Europa e EUA em classe executiva por 65.000 milhas.
  • Para a Oceania é um dos melhores programas para emitir passagens, já que o Smiles tem parceria com a excelente cia aérea Qatar. Cem mil milhas em classe executiva para Perth/Australia.
  • O Smiles também é um bom programa para se emitir passagens para alguns destinos um pouco mais exóticos como Phuket/Tailândia. Com 100.000 milhas é possível viajar na executiva também com a Qatar. Com a Etihad, a executiva sai pela bagatela de 250.000 milhas (rsssss), já a econômica, por 80.000 milhas o trecho.
  • Durante todo o ano, o Smiles é o programa com mais promoções aqui no Brasil. Se você é cliente Santander e possui um cartão Mastercard, ainda tem a possibilidade de ganhar de 3 a 5 vezes a quantidade de pontos durante 6 meses por ano.
  • O Smiles é um bom programa para usar passagens em classe executiva dentro da Ásia. Você pode emitir uma passagem, em primeira classe, de Dubai para Bangkok por 32.500 milhas com a Qatar. Ou de Dubai para Phuket por 65.000 milhas, em executiva, com a Etihad.

 

Multiplus

  • A Tam possui voos diretos para Miami e New York, os destinos americanos mais queridos dos brasileiros, além de Orlando é claro. A tabela do Multiplus cobra de 25 a 35 mil milhas para o EUA e 75.000 milhas em classe executiva. Mais barato que o Smiles, porém, não é possível fazer um stopover de graça. Se eu fosse emitir um bilhete apenas para Miami, em executiva, mandaria meus pontos para o Multiplus para emitir ou com a TAM ou com a American Airlines. Agora se fosse uma viagem com a oportunidade de ir também para a outra costa americana, mandaria para o Smiles.
  • A Tam também possui voos direto para Madri, Barcelona, Londres, Milão, Frankfurt e Paris. Se quiser ir para algum desses 3 destinos é a opção com melhor custo x benefício. A executiva custa em torno de 100.000 milhas.
  • Faz parte da OneWorld. Então, pode emitir com a Lan para o Chile e Australia, e com a Iberia, Air Berlin e British para a Europa. Ou também voar com a Qatar, que faz parte da OneWorld. No site da British, você consegue ver os assentos vagos para a emissão com milhas das cias aéreas da OneWorld. O Multiplus também não é o melhor programa para se emitir passagens para a Europa.
  • O programa da Tam não costuma fazer muitas promoções, a não ser a de ganhar 20% ou 30% de bônus nas transferências do cartão. Também é possível achar, às vezes, bilhetes promocionais para a Europa e EUA com menos milhas que o normal.
  • Agora, em virtude da união com a Lan (LATAM), a configuração da classe executiva está sendo renovada para ficar condizente com o padrão da Lan. Assentos flat-bed estão sendo colocados nos aviões TAM para destinos mais longos.

Tudo Azul

  • O programa da Azul limita-se à emissão para duas cidades internacionais, pelo menos por enquanto, Fort Lauderdale e Orlando. Por mais ou menos 70.000 pontos será possível viajar em classe executiva na nova configuração dos A330, com flat-bed, da Azul. Recentemente o programa ofereceu essas passagens por apenas 47,000 milhas o trecho. Um negócio muito bom! Eu comentei aqui nesse post.
  • Com a compra de 5% da Azul pela United Airlines, o Tudo Azul terá integração com o programa da aérea americana, o MileagePlus. Temos que esperar para ver por quanto conseguiremos emitir em classe executiva. A United é uma gigante que tem voos para todo o mundo. Tomara que a Azul entre para a Star Alliance. Assim, poderemos emitir com as parceiras. Com o programa da TAP também podemos emitir com as companhias da maior aliança aérea. Eu poderia falar sobre o programa da TAP, mas nunca transferi meus pontos para o programa e, portanto, prefiro não comentar. No entanto, até agora, é possível emitir bilhetes ida e volta com as parceiras da Star Alliance por 110.000 milhas para a Europa. Só não sei quanto a disponibilidade de assentos.

 

IberiaPlus e Executive Club

  • Os programas de fidelidade da Iberia e da British são independentes, mas os dois têm a mesma moeda, o avios e possuem total integração. As duas cias e a Vueling fazem parte da IAG (International Airline Group) e, por isso, é possível emitir passagens, com avios, das duas cias em ambos os sites.
  • Os cartões Santander fazem transferência para o IberiaPlus e os cartões American Express transferem para o Executive Club e para a Iberia também. Se só tiver o cartão Santander, pode transferir primeiro para a Iberia e depois para a British. Basta ir no site do Executive Club, fazer login e clicar em “combine avios”. É muito intuitivo. Todavia, se seus dados não estiverem idênticos nos dois programas, terá que ligar para o call-center da British aqui no Brasil para efetuar a transferência. Já fiz isso e é bem rápido.
  • Para voar em curtas distâncias é o melhor programa que tem, já que o programa calcula o preço em relação à distância percorrida. Um voo de Perth para Sydney, por exemplo, custam 12.500 milhas na classe econômica. Para fazer um voo de São Paulo a Madri, você precisará de apenas 42.500 milhas mais uns US$50, em período fora de pico. Uma pechincha!
  • Nas emissões de passagens em executiva para a Australia, no entanto, o programa não é muito convidativo, 160 mil milhas com a Lan, saindo de São Paulo. Quanto mais distante, mais caro fica.
  • Para viajar para o EUA, tem quase os mesmos valores do Multiplus.

 

Conclusão

Não há o melhor programa de fidelidade. Como exemplificado no post, cada um tem suas vantagens e desvantagens. Esses são os que eu já tive alguma experiência. Há também o programa da Singapore Airlines, no qual é possível emitir uma passagem em classe executiva para Barcelona por, mais ou menos, 50.000 milhas. Somente os cartões American Express fazem transferência para o KrisFlyer.

Com a entrada da Avianca Brasil para a Star Alliance, teremos outra opção para emitir passagens com os membros da aliança, através do programa Amigo. Estou aguardando ansiosamente para ver a tabela de redenção que a Avianca irá colocar para voar com as parceiras.

A melhor estratégia é guardar seus pontos no cartão até decidir viajar. Quando já estiver perto de planejar sua viagem, comece a ficar de olho nas promoções de transferências de pontos para os programas de fidelidade. Você pode se cadastrar no site que eu sempre aviso sobre as melhores promoções de transferências de pontos.

Comece a pesquisar a rota que deseja fazer nos programas acima e veja qual é o melhor custo x benefício para, então, transferir seus pontos.

Essas são algumas das estratégias que utilizo para emitir minhas passagens com milhas. Espero que ajude.



260x255_zanox_Oferta da Semana2

(Visitas 572 , 1 visitas hoje)

Deixe um comentário

Seu email não será publicado.